JOÃO MARCELO DIEGUEZ PROMETE AMPLIAR O DIÁLOGO PARA BUSCAR SOLUÇÕES PACIFICAS RUMO À REELEIÇÃO

0

O prefeito durante o lançamento de sua pré-candidatura à reeleição nesta segunda-feira. Foto/Divulgação

O prefeito de Nova Lima João Marcelo Dieguez, do Cidadania, reforçou ontem (25/3), durante o lançamento de sua pré-candidata à reeleição, o compromisso de percorrer toda a cidade em busca de informações para elaborar o seu plano de governo focado em pautas locais.

João Marcelo falou das conquistas de seu governo neste primeiro mandato, destacando a tarifa única de R$ 2,0 no transporte urbano, os avanços na área da saúde e educação, entre várias outras obras, projetos e programas sociais, mas disse que Nova Lima pode mais. E é o que vai tentar fazer, garantiu.

Em momento algum o prefeito fez menção a adversários ou retorquiu eventuais ataques ao seu governo. Manteve a postura que o consagrou de falar de suas ações, propostas e avanços, sempre disposto a escutar as lideranças comunitárias, sem dar ouvidos a adversários.

Antes de sua fala, o presidente municipal do Cidadania, João Bosco Pessoa, antecipou que a campanha será pacífica, sem retóricas e críticas aos adversários. Pelo contrário, “podemos até elogia-los, mas ataca-los, jamais”, enfatizou.

A vereadora Viviane Matos, do União Brasil, falou em nome dos demais partidos pregando a união de todos para uma Nova Lima melhor e se disse muito orgulhosa de pertencer a um partido que tem no nome exatamente este substantivo feminino.

Os discursos ocorreram na presença dos presidentes dos 14 partidos coligados –Cidadania/PP/PSD/União Brasil/Avante/Solidariedade/Podemos/PSDB/AGIR/PV/PRD/NOVO/Mobiliza/PSB, e de vários deputados e pré-candidatos a vereadores.

O evento contou com as presenças do vice-governador Professor Mateus Simões, os deputados estaduais João Vitor Xavier, presidente estadual do Cidadania, e Wendel Mesquita (Solidariedade); os deputados federais Felipe Saliba (PRD) e o presidente nacional do Cidadania, Plínio Comte Bittencourt.

OPINIÃO

O que mais me admira em João Marcelo Dieguez, é a sua coerência. Nunca ataca os adversários. Parece até que ele tem um tapa-ouvido que utiliza quando alguém o critica. Já fui um dele. Não me arrependo, porque a critica é salutar. Necessária até mesmo para que o gestor público abra os olhos para o que está acontecendo em seu governo. O pontapé inicial para a renovação do seu mandato foi dado em grande estilo, com uma coligação primária de 14 partidos de diferentes tendências. Vai do centro-direita, caso do PP, à esquerda do PV, passando pelo centro-esquerda,  o anfitrião da noite, o Cidadania, porém sem a presença de nenhum partido extremista.  O momento é de coalização de ideias e de avanços em busca e soluções para Nova Lima. Gostei do que ouvi. Acho que JM vence com folga a eleição e que terá maioria na Câmara. Talvez até de 2/3. O presidente local do Cidadania, João Bosco Pessoal, calcula 12 a 13 vereadores. Em 10 eu aposto. Mais do que isso é arriscado. Tudo vai depender da chapa a ser montada. Com o presidente da Câmara Thiago Almeida de vice, é possível, sim, uma balaiada histórica.

 

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
× Fale conosco agora!