Mesmo condenado por rachadinha,Tito está com um olho no gato e outro no peixe. A tentativa de retorná-lo à Câmara será ruim para o grupo do governo, mas ele manobra nos bastidores. Foto/Divulgação.

Foi publicado hoje, 20/3, no Jornal Minas, digital com cobertura da região, que o ex-vereador Thiago Tito desistiu de tentar voltar à Câmara na eleição de outubro, pelo PRB, lançando o seu ex-chefe de gabinete, Thiago Fernandes. Tito foi condenado por crime de concussão –“rachadinha” – e perdeu o mandato.

A coisa não é bem assim. Primeiro, há um trato na Prefeitura de que o funcionário com potencial para disputar a eleição deve deixar o cargo antes, e Tito não quer deixar o certo pelo incerto. Segundo, no PRB ele vai disputar a vaga na Câmara com o vereador Danúbio – que também responde processo por violência doméstica.

Terceiro –e mais importante de todos – é que o ex-vereador ainda é filiado ao PSD. A sua trama é a seguinte: ele fica na espreita aguardando o andamento do julgamento de seu processo no Tribunal de Justiça. E se até agosto a sentença inicial não for confirmada, ele sai candidato.

É como diz Bezerra da Silva, “Malandro, é malandro, mané é mané”. Ocorre que o eleitor, embora incauto, não é tão Mané quanto se imagina. Se Tito sair candidato será muito ruim para o grupo do prefeito tentar voltar para a  Câmara um condenado por prática de rachadinha.

Vão apanhar mais do que bife de terceira na tábua. Tito perderia a eleição e o cargo na Prefeitura. A trepidação moral será implacável.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
× Fale conosco agora!